MD4S | Agência de intercâmbio
Like travel?

Visto de estudante na Irlanda: Veja o que mudou e como funciona a renovação!

Visto de Estudante na Irlanda

Entre os destinos europeus escolhidos pelos intercambistas, a Irlanda é sem dúvida um dos mais belos. Localizada na ilha da Grã-Bretanha, próxima ao Reino Unido, a nação é amigável com estrangeiros sendo uma excelente opção para cursos!
Devido ao Tratado de Schengen, brasileiros não precisam ter visto para estudar no país por até 90 dias. Entretanto, para períodos mais longos ou que atrelem estudo e trabalho continua sendo necessário.
Pretende obter o visto de estudante na Irlanda? Saiba que primeiro é bom conhecer algumas das modificações que esse processo sofreu ao longo dos últimos anos! Veja quais foram essas mudanças neste artigo e não tenha mais dúvidas!

O que mudou no visto de estudante na Irlanda?

Primeiramente, a mudança mais perceptível é na quantidade de meses do visto de estudante na Irlanda. Mas, vale ressaltar que existem outros importantes pontos nessa alteração, que já entrou em vigência em 20 de janeiro de 2016. Acompanhe!

* Carta para visto

Se antigamente todas as escolas podiam emitir carta para visto, hoje a realidade é outra. Para fornecer tal documento ao estudante, que pretende ir para o país, a instituição e o curso devem fazer parte do ILEP (Interim List of Eligible Programmes).
E atenção: é essencial que a escola respeite todas as leis, regras e exigências de qualidade para ter o aval e poder emitir o documento.

* Fiscalização das escolas de idiomas

É sabido que muita gente procurava pelo visto de estudante na Irlanda apenas como porta de entrada à Europa. Entretanto, a partir dessas alterações tudo mudou.
O governo pretende fiscalizar mais de perto aqueles que estão com o visto, deportando quem não estiver frequentando corretamente as aulas.
Inclusive, é de responsabilidade da própria instituição emitir alertas no caso de intercambistas que estejam com menos de 85% de presença.

* Carga horária de trabalho

Quem possui o visto de estudante na Irlanda pode trabalhar até 20 horas semanais durante o período de aulas e 40 horas nos meses de férias. Isso não mudou.
Entretanto, a fim de saber com maior exatidão quem realmente está de férias, fica aprovado o trabalho de até 40 horas semanais apenas em períodos específicos. A partir de 01/09/2016 foi estabelecido ao intercambista que o período em que se pode trabalhar 40h por semana deve ser entre junho e setembro além do recesso de final de ano (entre 15 de dezembro a 15 de janeiro).

* Agendamento do GNIB

Antigamente, o atendimento na imigração para a obtenção do visto era através de senhas controladas por ordem de chegada, o que acabou gerando com o tempo filas intermináveis e muito desconforto aos intercambista.
A fim de diminuir as filas, foi criado em Dublin um sistema online de agendamento para solicitação do visto de estudante.
Leia o artigo Como tirar o GNIB que a MD4S preparou para explicar em detalhes esse procedimento, inclusive, a questão do agendamento em detalhes.

* Comprovação dos 3 mil euros

Para obter o visto irlandês de estudo e trabalho é necessário comprovar que o intercambista tenha ao menos 3 mil euros para eventuais necessidades. Esse valor não mudou com as alterações da lei, porém a forma de comprová-lo sim.
Antigamente era necessário abrir uma conta em um banco da Irlanda para tal comprovação. Agora, além dessa opção, pode-se utilizar de cartão pré pago com extrato em inglês ou efetuar um depósito em qualquer serviço registrado do banco irlandês.
Para saber em detalhes sobre essas e outras formas de comprovação, leia o artigo Comprovação dos 3 mil euros: entenda os novos procedimentos que a MD4S preparou para detalhar o assunto.

* Tempo de permanência

Por fim, a mais alarmante das mudanças, o tempo de visto foi diminuído em quatro meses. Desta forma, ao invés de um visto que dura 12 meses, o intercambista obtém o visto de estudante na Irlanda para 33 semanas (equivalente a 8 meses).
Importante mencionar que nesse período 25 semanas (equivalente a 6 meses) são destinados aos estudos. Os outros meses para férias.

* Férias

Anteriormente, estudava-se 25 semanas e mais 25 semanas eram destinadas às férias. Com o novo visto estudantil de 33 semanas, as 8 semanas de férias podem ser solicitadas da seguinte forma:
Após 12 semanas aulas, o aluno poderá solicitar à escola até 4 semanas de férias.
As outras 4 semanas de férias devem ser tiradas obrigatoriamente no final.
O aluno pode optar por tirar as 8 semanas no final, tudo de uma vez.
O aluno pode, inclusive, permanecer na Irlanda somente durante seu período de aulas (25 semanas) e voltar para o Brasil abdicando das suas 8 semanas de férias.

Renovação do visto de estudante na Irlanda

Para aqueles que estão em busca de pacotes de estudo de longa duração, é importante destacar que as novas regras não afetam em nada. Uma vez que é possível renovar o visto irlandês por até duas vezes. Desta forma, o aluno pode estudar até 2 anos de inglês na Irlanda. Para estender esse período, ele deve se matricular em um curso superior.
Para fazer a renovação do visto de estudante na Irlanda é essencial estar devidamente matriculado e frequentando o curso, comprovando frequência mínima de 85%. Caso não exista tal comprovação, dificilmente o intercambista conseguirá se manter legalizado no país, por isso todo cuidado é pouco!

Aproveite para conhecer os excelentes pacotes e cursos da MD4S na Irlanda e solicite um orçamento!

Você gostaria de Intercambio na Irlanda Veja o que a MD4S lhe oferece.. Conheça las Escolas em Dublin

Visitas: 158

Eu gosto: +

Nao gosto: -0